Por Talita Scotto*

O release é a principal ferramenta utilizada pelas assessorias de imprensa para “vender” uma notícia ou pauta do seu cliente. É pelo release que os jornalistas conhecerão produtos, serviços, eventos, lançamentos, etc. Para que um release atinja seu objetivo, algumas técnicas e cuidados devem ser aplicados. Confira sete estratégias antes de divulgar um release na imprensa:

1-   Antes de escrever, oriente o cliente

Depois do planejamento de comunicação é hora de partir para o release. É importante que a assessoria de imprensa oriente o cliente sobre as características do release, como: linguagem e técnica aplicada ao texto, estilo de abordagem, ordem cronológica e de relevância das informações (lide), etc. Essa orientação é necessária para evoluir do texto institucional à reportagem e, assim, extrair o máximo da notícia.  A assessoria de imprensa deve orientar o cliente, pois confiança é fundamental para a sinergia do trabalho.

2-   Vale mesmo uma notícia?

Com todas as orientações feitas é hora de avaliar o que é potencial para virar notícia. Nem sempre o evento interno será manchete ou o lançamento do produto precisa de coletiva de imprensa. Por isso, é da responsabilidade da assessoria de imprensa apontar o potencial de cada assunto e extrair o que realmente é notícia. Diariamente, as redações recebem milhares de e-mails e para um se destacar, é necessário muito trabalho, começando pelo release.

3-   Se você fosse jornalista, como daria esta notícia?

Pense no outro lado. Se você fosse jornalista, qual abordagem utilizaria para tratar do assunto que deseja divulgar? De cara, é possível saber o potencial de aceitação da pauta. Se nesta hora não houver resposta, volte e repense no assunto que deseja divulgar à imprensa. Agora, se o potencial for grande, deixe o texto o mais próximo de uma notícia, isso facilitará o interesse pela pauta.

4-   Menos é mais, seja objetivo!

Jornalista recebe milhares de releases por dia, por isso, vá direto ao assunto. Resuma o tema no título e na linha fina e use o primeiro parágrafo para abordar o lide, ou seja, responda o que é, por que é, como é, quando é, quem é, onde é, etc. Contextualizar o cliente e dizer o quanto ele é bom, não ajudará a despertar interesse do jornalista.

5-   Invista em pesquisa e estudos

Pode ser micro, pequeno, médio ou grande que, muitas vezes, o cliente pode ser fonte rica de pesquisas, estudos e cases de sucesso. Informações inéditas e exclusivas têm mais chances de chamar a atenção do jornalista. Trazer dados e comprová-los é sempre mais interessante, além disso, declarações oficiais também trazem mais apelo ao texto.

6-   Tem foto?

É quase obrigatório uma imagem para ilustrar o release, desde que a foto não trave o computador do destinatário. Essa foto pode ser do tema central do texto ou mesmo do porta-voz da empresa. Com milhares de releases, um link direcionando para o local onde a foto está em alta resolução é essencial. A foto tem crédito? Avise o jornalista, pois release é informação pública, mas a imagem pode exigir direitos autorais. Tenha cuidado!

7-   Quantidade ou qualidade?

Qual foi a estratégia definida com o cliente? Estar em um veículo de peso ou em vários? Trabalhar exclusivas ou fazer uma divulgação ampla? Antes de divulgar o release é importante definir isso com o cliente para que o objetivo seja alcançado. Divulgar o release a lá “se rolar, rolou” pode ser prejudicial para a imagem da assessoria de imprensa e do assessorado. Avalie, inclusive, o potencial do assunto, definindo se a divulgação será regional, estadual ou nacional, e como abordar cada veículo. Mãos a obra!

* Talita Scotto é diretora de comunicação da Agência Contatto, especializada em assessoria de imprensa.

 

 

  • Blog
Fechar Menu
Free WordPress Themes, Free Android Games